NOS PRIMAVERA SOUND - Top 5 do dia 5

NOS PRIMAVERA SOUND - Top 5 do dia 5

Pela primeira vez, o Side Stage viaja até ao Porto para o NOS Primavera Sound, primo direito do Primavera Sound em Barcelona. É evidente que o público é ecléctico, espelhando o alinhamento de artistas que o Primavera convidou este ano. Neste dia, só tivemos direito a dois dos quatro palcos do festival. Por entre as flores na cabeça, as colinas de relvado e o lindo pôr-do-sol, a abertura do NOS Primavera Sound caiu que nem ginjas!

///////////////////////    1     ////////////////////////

HAIM

Vamos abrir este TOP 5 com um dos momentos mais importantes aqui para o Side Stage: ver as HAIM ao vivo. Consideramos estas 3 irmãs, as nossas gémeas de estilo, alma e mojo (olhem para o nosso logotipo e vejam lá se não estamos certas!). A Este fez as suas extreme bass faces, a Alana é sexy todos os dias e todos os segundos e a Danielle é o símbolo de uma rockstar sem tirar nem pôr. Juntas, são artistas fantásticas e satisfizeram o nosso desejo de requinte com os êxitos de Days are Gone (incluindo a tradicional cover de Fleetwood Mac, a nossa música favorita "My Song 5" e o mega drum off para encerrar o concerto).  [clica na imagem em baixo e vê as fotos do concerto!]

sidestagegirlshaim

sidestagegirlshaim

PS: Nós no público das HAIM! Obrigada Hugo Lima pela foto!!

///////////////////////    2     ////////////////////////

Kendrick Lamar

De seguida temos que falar do Kendrick Lamar. Assumimos que não ouvimos muito Hip Hop mas... aquele senhor ao vivo é qualquer coisa. Entrou em palco com a sua banda (yey instrumentos! não estávamos à espera e fez toda a diferença) e pôs toda a gente a dançar que nem loucos, a começar com a menina Sky Ferreira que estava no pit a saltar como uma maluca. Como só conhecíamos a Bitch Don't Kill My Vibe só cantámos essa do início ao fim... em todas as outras dançámos imenso.  [clica na imagem em baixo e vê as fotos do concerto!]

///////////////////////    3     ////////////////////////

Caetano Veloso

Há muitas bandas novas que nos têm encantado e surpreendido pela positiva mas não podemos esquecer os Veteranos: neste dia foram muito bem representados pela banda Spoon e pelo grande Caetano Veloso (não sendo comparáveis de forma alguma, atenção). A longevidade de Spoon concede-lhes um estatuto de lendas, mas sempre passaram de forma despercebida. Não podemos deixar de mencionar as magnificas batidas de Jim Eno e Britt Daniel na voz, que depois de vinte anos em actividade continuam a dar uma performance como se estivéssemos no início dos anos 90! E o Caetano Veloso... Tirando a parte que nos caiu uma lágrima com o clássico Leãozinho, Caetano naquela noite deu-nos rock!! Com 71 anos às costas, o rock tropical/ funk/bora-dançar-até-morrer invadiu a magnífica colina do Palco NOS e encantou toda a gente. Ver uma lenda destas ao vivo é arrebatador.

///////////////////////    4     ////////////////////////

Jagwar Ma

Não é por serem baixos, mas os concertos de Sky Ferreira e Jagwar Ma não estiveram à altura. Considerada a nova princesa do dark pop, Sky Ferreira tentou sempre proteger-se na escuridão do palco, não fosse ela a timidez em pessoa. A primeira fila do concerto estava absolutamente em altas, mas por alguma razão para nós faltou qualquer coisa. Em I Blame Myself Everything is Embarrassing ainda cantámos uns versos e mexemos os pezitos. No caso de Jagwar Ma, foi uma mistura de cansaço e atitude da banda perante o público. A música deles tem andado em repeat no escritório do Side Stage mas foram pouco comunicativos com o público, ao ponto de nos questionarmos se eles sabiam que estávamos ali. No entanto, forçámo-nos a entrar no psicadelismo que nos trouxeram e acabámos a noite a dançar Come Save Me, Uncertainty e claro a  Man I Need (música que usámos no nosso vídeo, lembram-se?). Destaque para o apoio de Stella Mozgawa das Warpaint na bateria (até teve direito a foto no instagramcom direito a mensagem amorosa). [clica na imagem em baixo e vê as fotos do concerto!]

///////////////////////    5     ////////////////////////

O Mundial de Futebol está no Brasil mas foi no Porto que o brasileiro Rodrigo Amarante marcou golo. A presença do xilofone em palco fez-nos felizes (para além do blog, temos uma banda de xilofones, para quem não sabe.) e a música que ali ouvimos foi a melhor forma de inaugurar o Palco Super Bock. Por entre português (com um delicioso sotaque brasileiro), o inglês e o francês, Rodrigo pôs toda a gente com vontade de abraçar quem estivesse por perto e que o sol não nos deixasse.

[clica na imagem em baixo e vê as fotos do concerto!]

Rodrigo Amarante

Assim foi o dia de abertura do NOS Primavera Sound no Porto, que nos recebeu com sol e quase nos expulsou com chuva-molha-parvos ao fim da noite.

dia-5-NPS

dia-5-NPS

texto de: Ana Viotti, Raquel Candeias e Joana Paiva  //  fotos de: Ana Viotti e Raquel Candeias

NOS PRIMAVERA SOUND – TOP 6 DO DIA 6

NOS PRIMAVERA SOUND – TOP 6 DO DIA 6

Triptides @ Rock in Rio Lisboa'14

Triptides @ Rock in Rio Lisboa'14