Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 3

Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 3

Allah-Las

Discutíamos sobre qual ia ser o concerto do dia e Allah-Las foi uma das primeiras banda que nos veio à cabeça. Vindos da cidade das palmeias (também conhecida por Los Angeles), fizeram-nos entrar uma carrinha antiga e começar uma roadtrip imaginária pela California ao som de “Tell Me (What’s on Your Mind)” e  “Long Journey” que não podia tornar aquele 45 minutos mais reais. Aceitamos a companhia do Matthew, Spencer, Miles e Predum que têm uma colecção de óculos de sol que faz inveja às pessoas que costumam perder um par sempre que saiem de casa. (cof Ana cof)

Waxahatchee

O sexo feminino não podia estar melhor representado no terceiro dia do Vodafone Paredes de Coura. Tínhamos passado a tarde (a derreter) na music session da Waxahatchee e mal podíamos esperar para ver do que era capaz de fazer mais tarde com a sua banda. Na verdade, Katie já anda nestas andanças há algum tempo mas foi com “Ivy Trip” que deu um pulo- mesmo que muita gente tenha dificuldade em dizer o seu nome (eu sou uma delas. Deixem-me).  O álbum foi apresentado com umas gargalhadas descontroladas da Katie e principalmente da sua irmã gémea ( mais orgulhosa não podia estar) devido à enorme onda de carinho que bateu no palco.

Mark Lanegan

Mark Lanegan visistou-nos em Lisboa, não há muito tempo com a sua banda e agora, num ambiente mais ligado à natureza, cá estava ele outra vez. Sendo uma figura marcante no grunge em Seatlle, a sua voz rouca sob as luzes vermelhas não foi suficiente para impressionar o público que se encontrava em Paredes de Coura. Pessoalmente, acho que é o rei das colaborações, tudo no que toca em conjunto com outras bandas é ouro (a Lullaby de abertura do álbum dos QOTSA arrepia-me sempre). Posto isto, foi um concerto demasiado introspectivo para o contexto, no entanto o ponto alto (ALTÍSSIMO) foi a cover de Atmosphere dos Joy Division… Tanta emoção.  

Merchandise

Merchandise estava no topo da nossa lista do dia de “bandas a descobrir”. Após termos oportunidade de os conhecer na entrevista que fizemos à beira rio, mal podíamos esperar por ver toda a energia das suas personalidades em palco. Soam a pop rock old school e são certamente um rock alternativo. Tudo isto, mais a energia de David Vassalotti na guitarra, expressivo e entusiasmante, Patrick Brady no baixo forte e determinado e o frontman Carson Cox com uma presença possante, quase fizeram explodir o palco, e a tenda, que não conseguia albergar tanta gente que os queria ver. Foi um momento de bom rock, algum headbang, até falámos de política. Vemo-nos num palco principal em breve, espero eu.    

Charles Bradley

CHARLES FREAKING BRADLEY, perdoem-me o francês… Foi sem dúvida “O” momento da noite, do festival, do mês!! Apresentado em palco de forma tradicional pela sua banda extraordinária (7 Extraordinaires inigualáveis), Charles Bradley entra em palco e todo ele é Soul, Amor, Aceitação, Humildade, Vida, Música… Assim que a primeira nota foi cantada, o primeiro passo de dança sensual… Estávamos rendidos, todos nós. E Charles também, emocionado com o cenário que tinha à sua frente e deu de si, tudo o que tinha durante aqueles 60 minutos. Abraçado pelo público o furacão Bradley, foi emocional, intenso, sexy, arrebatador. Ao final de contas, o que todos trazemos no coração no fim da actuação é a sua honestidade … “WITHOUT YOU THERE’S NO ME”    

War On Drugs

Foi um dia particularmente cansativo e recheado de emoções fortes. Sair de Merchandise, depois de gastarmos boa parte da nossa energia para enchermos o nosso coração ao som de  Charles Bradley foi um movimento brusco da nossa parte mas a noite ainda não tinha acabado (de todo!). Enquanto celebram o seu 10 aniversário, saltaram do palco secundário do NOS Alive para cabeça de cartaz do Vodafone Paredes de Coura , os The War on Drugs não brincam em serviço e só estávamos no inicio da “festa”. Assopramos as velas em “Under the pressure” e até comemos a cereja do topo do bolo em “Red Eyes” (gosto deste tipo de festas. Faço anos brevemente, estão todos convidados!)  

Texto: Ana Viotti & Raquel Candeias || Fotos: Ana Viotti

Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 4

Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 4

Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 2

Vodafone Paredes de Coura’15 - Dia 2